Quando trabalhamos com as traduções do Ubuntu Linux pelo sistema do Rosetta, sempre nos deparamos com umas mensagens que são super simples de traduzir, tipo… “The book is on the table” hehehe  Mas… nem todas são tão obvias assim.  Nossa equipe de tradutores criou um documento que, além de explicar algumas coisas sobre o sistema de traduções, também possui uma seção dedicada à estas frases “cabeludas”.

Este artigo tem como objetivos demonstrar, de uma forma mais gráfica, algumas das melhores práticas quando você se deparar com um destes casos.

Primeiro caso:  Uma mensagem “normal”

image0

Como podemos ver acima, todas variáveis permanecem na mensagem traduzida final, já que queremos que eles sejam substituídas por seus valores na hora da execução do código.

Segundo caso:  Lidando com o caractere  [tab]

image1

Este é um erro comum encontrado nas traduções.  Como a explicação (em inglês) encontrada entre as duas caixas de texto menciona, o caractere não deve ser traduzido ou substituído por uma tabulação.

Terceiro caso:  Lidando com o caractere ↵

image2

Mais um erro muito comum.  Esta seta representa o caractere de uma nova linha.  Ao contrário do [tab], aqui você realmente quer substituir a seta por uma nova linha, pressionando a tecla ENTER.

Quarto caso:  Lidando com o caractere •

image3

Outro caractere que deve ser substituído, desta vez por um espaço em branco.  Para cada caractere destes, você deve inserir um espaço em branco em sua mensagem traduzida final.

Podemos ver que a mensagem acima foi derivada do arquivo Tray.cs, linha 219 do programa Tomboy.  Caso você queira verificar de perto, baixe o código fonte do Tomboy e procure pela linha 219 do arquivo Tray.cs.

image4

Quinto caso:  Lidando com texto dentro de marcadoresde XML

image5

Por último, um exemplo de como lidar com aquelas mensagens que possuem texto embutido dentro de marcadores de XML.  Como você pode ver acima, somente o texto que é cercado pelos marcadores deve ser traduzido, e no caso acima, isso seria a palavra “here”.

Bem, espero que este artigo seja útil e desperte um pouco de sua curiosidade.  Pretendo ainda explicar em um próximo artigo sobre o processo de traduções em detalhe.


Comments

comments powered by Disqus