É com muito orgulho que venho anunciar hoje que eu me tornei um cidadão dos Estados Unidos! Há 16 anos meus pais largaram ou venderam tudo que possuiam e vieram para a América, com o objetivo de providenciar uma vida melhor para minhas irmãs e eu. A jornada começou como a de muitos outros imigrantes em NYC. Com apenas o dinheiro que arrecadaram com a venda de seus bens e um conhecimento básico de inglês, meus pais imediatamente adotaram o estilo Americano de vida. Quando minha irmã mais nova e eu chegamos um mês depois, os dois já estavam lá no aeroporto, orgulhosos e falando e agindo como se tivessem morado em New Jersey toda sua vida. Muitos foram os lugares que eles nos levaram para conhecer, sempre com um orgulho e prazer quase sem fim.

Adiantamos a história 16 anos e você me encontrará sentado em uma sala de conferências em Charlotte, NC. Foram duas horas e meia de carro para chegar de minha nova residência, e agora me pego sentado ao lado de Elvira G., uma imigrante Italiana de 73 anos que mal podia conter sua felicidade sobre o que ainda estava por vir. Juntos, com outros 30+ imigrantes, estávamos todos aguardando o início da cerimônia de nossa naturalização.

Uma vez que a toda a papelada e burocracia foi resolvida, nos mostraram um show de slides de fotos históricas dos primeiros imigrantes a chegar na América pela Ellis Island, em New York.

Ellis Island

Assistindo a apresentação, fui tomado por uma forte mistura de emoções quando notei que meus pais e eu passamos pelo mesmo “ritual”. Assim como muitos dos imigrantes que passaram por Ellis Island há mais de 100 anos atrás, meus pais também largaram tudo e vieram para nos propiciar uma vida melhor. Eles foram e sempre serão considerados “pioneiros” para nossa família e as muitas gerações ainda por vir! A apresentação de slides foi acompanhada por uma versão instrumental de America, the Beautiful, e enquanto a música terminava no fundo, Elvira gentilmente soluçava, não conseguindo controlar suas próprias emoções. Eu também tive dificuldades em controlar minhas próprias lágrimas.

Durante os proximos 20 minutos escutamos explicações sobre o que fazer para obter um passaporte Americano, substituir documentação extraviada;roubada, e responder qualquer pergunta relacionada a imigração. Foi só então que a cerimônia realmente começou.

Durante a cerimônia, renunciamos nossa cidadania original e juramos “apoiar e defender a constituição e leis dos Estados Unidos da América contra todos inimigos, estrangeiros e domésticos.” Imediatamente completamos o juramento diante a bandeira Americana e recebemos nosso certificado de cidadania e oficialmente declarados como cidadões Americanos!

Me preparando para a minha jornada de volta para casa, fiquei repassando em minha mente várias vezes o fato que a América não é mais somente minha casa… é agora minha pátria!


Comments

comments powered by Disqus