Meu último post no Planeta Ubuntu Brasil recebeu alguns comentários e até mesmo emails, a maioria me indicando qual seriam as pessoas que seriam visitadas, na hipótese que alguém pudesse viajar de volta ao passado.  O objetivo do meu post foi, como a grande maioria dos posts que escrevo, para compartilhar a minha forma de ser e pensar com os leitores.  Este blog serve como uma “janela” conectando o mundo do WWW à minha vida.

Quando eu sugeri a idéia de criar um agregador de blogs (ou planeta, como é normalmente conhecido no mundo de tecnologia) há algum tempo atrás, foi sugerido a criação de uma lista de regras que deveriam ser obedecidas, para manter a qualidade do “produto” e evitar que assuntos “polêmicos” fossem divulgados e associados à organização Ubuntu Brasil.  Como eu fui parte da criação destas regras, estou super ciente das minhas obrigações como autor e mantenedor do Planeta Ubuntu Brasil.  Para quem ianda não sabe do que estou falando, aqui estão as regras e no meu blog estão os dois posts que “quebram” as mesmas.

Minha idéia inicial do Planeta foi de criar uma forma de conectar os usuários brasileiros às pessoas involvidas no desenvolvimento e suporte do Ubuntu Linux.  Mais precisamente, para que as pessoas que trabalham noite e dia na tradução do Ubuntu para a nossa lingua (o português brasileiro e não outra variação) pudessem ter um pouco mais de exposição e quem sabe compartilhar com os demais um pouco de seu conhecimento, gostos, e “desgostos.”  Quando eu comecei a usar o sistema Linux, eu sempre lia sobre as pessoas por trás dos “bastidores” mas nunca tive a oportunidade de saber como eles realmente eram… ou pensavam… não somente sobre Linux mas outras coisas… Acredito que seja exatamente isso o que eu quero que o Planeta seja.

Como não gosto de hipocrisia, vou conversar com os mebros fundadores e discutir a situação.  Espero que as pessoas que me “puxaram” a orelha agora entendam o porque dos meus posts…

Mas agora fiquei curioso…  O que vocês, leitores, pensam desta situação?  Devemos transformar o Planeta em somente um repositório de notícias relevantes ao Ubuntu ou modificar as regras para que possamos incluir um pouco mais de variedade?  E no caso de modificar as regras, como mantemos o nível do material publicado?


Comments

comments powered by Disqus