Ainda ontem recebi um comentário em meu blog que mostrou um lado que nem sempre é mostrado em nossa comunidade: a falta de documentação e orientação que existe para os novos membros.  Creio que a criação da equipe de documentação vai ajudar a suprir esta carência gritante, e espero muito poder ver o fruto de nosso trabalho, espelhado nas futuras gerações de usuários de software livre.

Abaixo, segue o texto do comentário (formatado para evitar múltiplas linhas em branco), acompanhado de minha resposta. Decidi responder este comentário desta forma, para que sirva como um referencial aos outros usuários que ainda sentem dificuldades em se aproximar ao mundo do Linux.

Og, estou sentindo uma grande dificuldade de ajudar a comunidade.  Em todos os posts que vejo, é dito que ajuda é sempre bem vinda, mas não é o que tenho encontrado na prática. Adimiro muito o esforço de todos para tornar o Ubuntu mais amigável aos brasileiros, mas acredito que uma coisa que deveria melhorar com uma certa urgência e ajudaria a melhorar ainda mais a facilidade para o usuário final. Antes do lançamento do Dapper, me inscrevi no grupo de tradutores, minha inscrição foi negada, sem qualquer comentário, só há pouco tempo, vim a descobrir que era necessário assinar o código de conduta.  Se isso não ficar claro ou pelo menos na primeira vez que foi negada minha inscrição isto tivesse sido avisado, muita pesquisa da minha parte teria sido evitada. Agora imagine o usuário que nem usa o Linux, mas só quer ajudar na tradução tenha uma recepção destas, alguém acha que ele voltará?

Concordo plenamente com o que você disse!  Há algum tempo atrás eu tinha tentado descrever o processo para que voluntários possam participar do projeto de traduções (encontrado na página principal da equipe: https://launchpad.net/people/ubuntu-l10n-pt-br), mas confesso que não foi um dos melhores trabalhos literários da minha vida.  Com o nosso novo projeto de documentação anunciado nos últimos posts, pretendemos diminuir bastante qualquer buraco que ainda exista dividindo o usuário novato dos mais experientes. Sugiro que você olhe o novo documento, ainda em extrema fase de desenvolvimento, relatando o processo de assinatura do Código de Conduta.  Como você poderá notar, estamos tentando criar uma documentação com os novatos em consideração.

Depois que fiquei sabendo dos passos, segui a todos: Assinei o código de conduta (o tutorial para assinatura do código é muito voltado para o usuário experiente do Ubuntu, poderia ter uma versão mais simplificada para o usuário mais leigo e mesmo um para usuário windows, por que não?). Me inscrevi:

  1. na lista de discução de tradutores;
  2. no grupo do planet e enviei o e-mail com os dados necessários;
  3. em mais alguns grupos;
  4. etc…

Até agora, só tive minha inscrição aprovada no Grupo Ubuntu-br RJ, em todos os demais, nem aprovação, nem nehuma mensagem dizendo se não seria ou o porque, nem ao menos uma mensagem informando que eu deveria aguardar alguma coisa.

Mais uma vez você está coberto de razão!  Apesar de não saber onde você encontrou a informação que era necessário se inscrever em todas as listas de discussão, concordo que as mesmas deveriam ser mais úteis em informar à pessoa tentando se inscrever quais seriam os passos apropriados para completar o processo. Porém, gostaria de destacar um parágrafo do texto encontrado na página inicial, relatando o procedimento:

Recomendo que você comece a contribuir imediatamente e não espere por alguma mensagem de confirmação. Todos candidatos serão considerados devido à sua participação e voluntarismo, então quanto mais trabalho você mostrar, melhor a sua chance de ser aceito logo. Quando você tiver acumulado um bom histórico de participação no time, o administrador então te enviará a resolução de seu cadastro.

Como você pode ver, qualquer pessoa pode iniciar no processo de traduções sem ter de fazer nada mais que assinar o Código de Conduta.  A lista de discussão dos tradutores, atualmente aberta somente para o uso dos membros oficiais, tem sido o veículo pelo qual nos mantemos em contato durante nossos trabalhos.  Ainda hoje, ao conversar com André Noel sobre este mesmo assunto, cheguei àconclusão que esta lista deveria ser aberta a todos, o que seria um benefício enorme aos novos voluntários.  Tenho de discutir esta idéia com outros membros e farei o anúncio em breve.

Outra coisa que achei complicada, a reunião dos tradutores foi agendada com 3 horas de antecedência, não foi possível me planejar para mesma.

Acho que você está equivocado sobre isso…  A reunião foi anunciada alguns dias de antecedência, tanto no Planeta quanto no IRC.  Mas não fique chateado, pois novas reuniões serão agendadas em breve, e mesmo aqueles que não puderam comparecer àreunião, podem participar.  Este novo documento, também em fase de desenvolvimento, é sem sobra de dúvias o melhor ponto de partida para qualquer pessoa iniciando na comunidade.

Quanto aos canais irc, não achei nenhum documento que ensinasse a usar o mesmo, nem ao menos qual é a rede utilizada, só achei essa informação em um de seus posts, na forma “canal #ubuntu-br-tradutores na rede freenode�, imagine alguém que nunca uso o irc tentando achar o canal…

Mais uma vez, você estã repleto de razão e te garanto que existe algo sendo desenvolvido neste mesmo instante.  ;)

Muita gente pode dizer: “Por que você não cria esses tutoriais?â€Â? A resposta, na verdade são duas: 1 - Não senti nenhuma recepitividade na comunidade, na verdade estou sentindo uma grande dificuldade de entrar para comunidade. 2 - Nem minha página wiki no Ubuntu-br eu consigo criar… dá erro sempre.

Hummm…  Estou muito surpreso do que você disse.  A nossa comunidade é formada por pessoas exemplares e ainda não tive o desprazer de ver alguém ser maltratado ou humilhado.  Será que não foi uma má experiência com alguém também novo no canal?  Te garanto que o que quer que seja que tenha acontecido com você não representa o que a nossa comunidade simboliza!  Sobre o seu problema no wiki, você tentou contactar o administrador do mesmo?  Te garanto também que terá a resposta e a solução assim que o responsável tiver tempo.  Você tem de lembrar que todos temos uma vida fora da comunidade e que para muitos, todo nosso tempo aqui é voluntário.

Tenho muita vontade de ajudar e como você mesmo disse em um de seus posts, o que mais atrai as pessoas ao Ubuntu é a comunidade. Outra coisa que peço que seja refletido ´: Eu sou um usuário antigo do Linux, tenho grande facilidade com o uso de ferramentas web e tenho muita vontade de ajudar, se estou tendo essa dificuldade, imagine a pessoa que não tem tanta intimidade, seja com o Linux ou com ferramentas web.

Então vamos ficar muito felizes em ter a sua colaboração! Procure-nos nos canais da freenode (e aproveita a oportunidade e teste o novo documento explicando como acessar o IRC (http://wiki.ubuntubrasil.org/UsandoIRC), e com certeza ainda hoje estará fazendo parte ativa de nossa comunidade.

Abraço

Grande abraço para você também meu amigo.  E com certeza te vejo online.  ;)


Comments

comments powered by Disqus