Há mais ou meno 1 mês minha filha enviou o desenho abaixo para um concurso de uma revista local (da Carolina do Norte) chamada Carolina Parent. O concurso chamava-se “TV-Turnoff Week”, um incetivo para que as crianças desliguem-se um pouco da televisão!

Contest

Ontem foram anunciados os resultados, e infelizmente o desenho dela não foi premiado. Com os olhos cheios de lágrimas “doídas”, pude acompanhar o turbilhão de emoções que por alguns segundos ocuparam a mente dela… Claro que decepção não é algo novo para mim, mas ver isso acontecendo com alguém tão inocente e ainda experimentando a vida foi algo que me fez pensar. Será que depois de algumas cabeçadas na vida, aprendemos a “camuflar” nossas emoções para que ninguém veja o quanto frágil somos?

Algumas palavras de consolo e um lencinho de papel depois, ela estava já pensando no próximo desenho que vai enviar. Às vezes me pego pensando naquelas fases da minha infância, quando as coisas ficavam tão complicadas na minha cabeça que somente o colo da minha mãe podia me ajudar. Aquela época onde o melhor refúgio do mundo era no meu quarto, cercado por meus livros do Monteiro Lobato, Júlio Verne, e meu Forte Apache! Pior que olhei os desenhos premiados, e não é por ser minha filha (sou pai coruja assumido!), mas o desenho dela saiu bem melhor. :)


Comments

comments powered by Disqus